segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Monotonia.


Estou aqui na frente do pc me sentindo uma pessoa um tanto sem graça . Nesse momento imagino que qualquer pessoa pode ser mais interessante que eu. Qualquer um pode ser melhor do que sou, pode ser mais culto, mais agradável...
Não sei por que esse sentimento me envade hoje. Ontem passei uns momentos próximo de agradável com pessoas legais. Ta certo que foi em rodizio, mas deu para se distrair. Caminhei um pouco com as mesmas companhias, troquei idéias.
Mas hoje me sinto assim, sem graça. Desinteressante.
Como se eu estivesse sepultado em um túmulo, e todos estivessem partindo.
Algumas vezes olho pra trás e tento identificar alguma lembrança de minha vida do qual eu tenha me orgulhado. Onde eu tenha me sentido livre.
E me dou conta de que metade da minha juventude eu estive preso. Tanto dentro de minha casa como dentro de mim mesmo. Uma alma dentro de um corpo despresivel. Um coração com muitas cicatrizes. Muitas delas dóem quando são tocadas.
Algumas vezes sinto vontade de sair... De ter um tempo para colocar as ideias no lugar. Para arejar a mente.
Está é uma hora rara em que me faltam as palavras para me expressar. É complicado explicar. É dificil sentir.
Mas é um sentimento ruim. Como se eu estivesse envelhecendo muito rápido, e tudo passasse por mim. Me sinto comgelado....
O tempo corre, eu envelheço... mas é como se nada mudasse.
Como se as marcas do passado continuassem me assombrando
O que sinto é um vazio. O mesmo sentimento de quando nos despedimos de alguém no qual gostamos muito.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

1 comentários:

deh ramos disse...

Caramba, que coisa mais linda, garoto! VOu sentir uma saudade imensa do seu recanto.. Nãs vai esquecer de mim, não é??

Postar um comentário