domingo, 14 de novembro de 2010

ESCURIDÃO QUE EMBRIAGA


Noite que entorpece, enlouquece e inebria a alma. Ruídos extasiantes em meio a escuridão.Sentidos inertes em constante dispersão. Não há lúcidos nem insensatos, apenas incoerentes compassos q excitam o íntimo e torna incandescente a pequena braza que envolve a mais amarga das lembranças. Lembrancas que decodificam o mistério fúnebre e a magia das sombras. Depreciando assim a luz q incessantemente insiste em impor-se sobre aqueles que a subestima. Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

1 comentários:

deh ramos disse...

"Noite que entorpece, enlouquece e inebria a alma."

Às vezes, penso que a noite já é tao parte de mim, que tirá-la seria quase um suicídio.

Que seus proximos dias cheguem sorrindo.

Postar um comentário